Aniversário da CMFl: 69 Anos

Retornar: Aniversario CMFl ... OU: Agenda Fevereiro


Há que se louvar o trabalho dos organizadores da celebração do 69º aniversário da Comissão Mineira de Folclore.

Louvor e aplausos, com muito mais vigor, para aqueles que produziram, que participaram, que idealizaram, enfim, que tornaram realidade as atividades agora apresentadas.

A celebração culminou com a reunião da Assembleia Geral Ordinária, realizada no dia 20 de fevereiro de 2017, com início às 19 horas, Casa do Jornalista, Av. Álvares Cabral, 400 e se prolongou até as 23 horas, com pauta longa de itens apresentados. A salientar, a presença de figuras do mundo político e representantes de organizações da sociedade civil: vice-prefeito de Belo Horizonte, eng. Paulo Lamac; prefeito de Gouveia, senhor Antônio Vicente de Souza; presidente da Belotour, senhor Mario Werkema; presidente da Academia de Letras da PMMG, cel. João Bosco; presidente da Associação de Filhos do Serro, senhor Luiz Dumont; representantes da Associação de Filhos de Gouveia.

Além dos itens da pauta aconteceu a entrega de diploma e medalha à prof.ª Ros’alles Felicio pela Academia de Letras da PMMG, e a distribuição personalizada do livro Camilinho: escola de vida, com assinatura do autor.

O presidente Moreira apresentou o denso Relatório de Atividades com 62 páginas demonstração incontestável do intenso trabalho desenvolvido pela CMFl no ano de 2016.

Eu apresentei, na condição de tesoureiro, comentários sobre Demonstração Financeira e Balanço salientei os seguintes pontos:

  1. contribuição financeira dos associados tem sido muito pequena, em 2016 atingiu o valor de R$3.080,00; apenas 12 associados contribuíram com a anuidade de R$260,00.

  2. A receita de doações atingiu R$21.511,00, portanto 7 vezes o valor da contribuição de associados. A salientar a participação do presidente Moreira, além da contribuição com a anuidade, atingiu o valor de R$19.567,00.

  3. As despesas atingiram R$18.663,00, a maior parcela, mais de 90%, é formada pelas despesas com gráfica, impressão do Boletim Carranca e da Revista Mineira de Folclore.

Convidado a apresentar o livro Camilinho: escola de vida, eu iniciei saudando o presidente Moreira e cumprimentando, na pessoa dele, A Comissão Mineira de Folclore, pela celebração de 69 anos de sua fundação e acrescentei: A Comissão atingiu o patamar de 69 anos, bem vividos, e, com substancial folha de serviços enriquecedora da cultura das Minas Gerais. A comissão conseguiu se manter e crescer graças ao trabalho, à clarividencia e à liderança de pessoas como o presidente Moreira.

Moreira, uma coluna mestra de sustentação da CMFl, iniciou seus trabalhos ainda no século passado. Ocupou as posições de secretário, vice presidente e presidente. Em 2011 Moreira liderou pequeno grupo de focloristas e tomando a CMFl em faze ruim, caida, esquecida e a ergueu, colocando-a no patamar em que se encontra hoje. Presidente Moreira vem, desde então presidindo a Comissão, exercendo seu segundo mandato, termina em agosto próximo; graças ao trabalho
Incansável, persistente e eficaz, Moreira conseguiu erguer a CMFl a uma posição invejável:

  1. respeitada e prestigiada pelos órgãos de cultura do Municipio, do Estado, da União e da Sociedade Civil;

  2. o Boletim Carranca e a Revista Mineira de Folclore têm sido publicados com frequencia e por periodo tão longo como nunca ocorrera antes;

  3. o corpo de associados renovado com a inclusão de gente jovem, dinâmica e guerreira, tornando-se, assim, a garantia de a Comissão vir a ser uma Organição Centenária;

  4. Moreira, também esteve atento às condições do patrimonio da CMFl e procedeu ao levantamento, ao recadastramento, notadamente do rico acervo bibliográfico e museológico.

  5. finalmente, problemas de natureza fiscal com a definição de uma sede fiscal, pela ordem, obtenção de inscrição na receita federal com identificação de CNPJ, Estatutos registrados e a Comissão Mineira de Folclore, agora preparada para eleboração de projetos e busca de financiamentos das agências financiadoras.

Ainda não acabou. Atendendo ao lema: uma figura por mil palavras, seguem fotos da reunião , apresentadas em power point, com música do CD Patos & Viola. O referido CD contém 16 músicas sertanejas selecionadas em concurso coordenado por João Otávio - do grupo jovem da CMFl.