As Peripécias do Museu Saul Martins

Retornar

Ata de Reunião da Diretoria da CMFl - 5/setembro/2016
Reuniram-se, às 15h30 do dia 05 de setembro de 2016, na sala Doutor Valdir de Almeida Ribas sita à av. Amazonas, 115 – conjunto 1709, nesta cidade de Belo Horizonte, convocados pelo presidente José Moreira de Souza, os membros da diretoria da CMFl, a seguir, nominados: Domingos Diniz, Miriam Blonski, Antônio de Paiva Moura e Raimundo Nonato de Miranda Chaves.
Presidente Moreira explicou as razões que justificaram a convocação da reunião e iniciou a apresentação da primeira delas: Museu Saul Martins.
As peças do referido museu estavam, no final do século passado, encaixotadas devido à falta de uma sala onde pudessem ser expostas. No ano de 1992, a CMFl, então presidida por Domingos Diniz, aceitou proposta de Carlos Moura Murta – prefeito de Vespasiano (MG), para instalar o museu naquela cidade. Assim, o acervo do Museu Saul Martins, o acervo da biblioteca e os arquivos da Comissão Mineira de Folclore foram transferidos, sob contrato, para a cidade de Vespasiano, sob a responsabilidade da prefeitura municipal.
O acordo CMFl x Prefeitura de Vespasiano funcionou a contendo durante os anos seguintes a 1992, quando a CMFl foi presidida, sucessivamente, por Domingos Diniz, Sebastião Rocha, José Moreira de Souza e Katia Cupertino. No entanto, a partir de 2007 e, até 2012, a CMFl viveu período de letargia, neste interim, a Prefeitura de Vespasiano, já se colocava como proprietária do museu e, assim, emprestou ao Estado de Minas Gerais, sob regime de comodato, parte do acervo (26 peças) que, hoje, se encontra no Centro de Arte Popular CEMIG, unidade da Superintendência de Museus e Artes Visuais (CAP).
Presidente Moreira, desde que assumiu a presidência da CMFl. em 2012, procurou restabelecer o contato que convinha aos dois parceiros no caso do museu; leu oficio enviado ao Sr. Carlos Murta, então prefeito, convidando-o para apresentação da nova diretoria da CMFl, eleita em 25 de fevereiro de 2012 Ver Oficio ; Leu oficio de 04/03/2013 convidando o Sr. Carlos Murta para a solenidade de entrega do relatório “Folclore nas Escolas Estaduais de Minas Gerais”, Ver Oficio ; Leu oficio de 12/12/2013 assinado pela diretoria da CMFl, endereçado ao Sr. Carlos Murta e colocando a CMFl à disposição da prefeitura para orientar a movimentação do acervo do museu, na “Casa de Cultura” que estava sendo totalmente remodelada , Ver Oficio . Leu oficio de 10/02/2014, convidando o senhor prefeito Carlos Murta para a solenidade de celebração de 66 anos da CMFl, Ver Oficio
Apesar do interesse do presidente Moreira em reestabelecer o relacionamento cordial, que não tem sido correspondido, a CMFl foi surpreendida com oficio de 02/08/2016 do senhor Secretário de Estado da Cultura: Ângelo Oswaldo de Araújo Santos, dirigido ao senhor Carlos Murta solicitando a Renovação do Termo de Comodato, Ver Oficio . Isto é, a manutenção das peças do Museu Saul Martins no CAP da Cemig. Moreira mostrou, também, o oficio resposta, redigido em 17/08/2016, negando a Renovação do Termo de Comodato, Ver Oficio
A CMFl sabe que acervo de museu é para ser visto pela comunidade, independentemente de estar em Vespasiano, no CAP da Cemig ou em qualquer outro lugar, o que não é admissível é aceitar que o seu patrimônio seja manipulado por terceiros, sem o seu consentimento.
Acrescente-se certo desconforto causado pela programação de atividades, comemorativas das celebrações da 50ª Semana de Folclore, para serem realizadas na cidade de Vespasiano, sob a coordenação de Ione Amaral – membro efetivo da CMFl. Disto resultou desentendimento com a Secretária Municipal de Cultura, a senhora Katya Albano Salomão. Ver, a sequencia de troca de correspondência entre a presidencia da CMFl e a Secretária Municipal de Cultura: Oficio 01, Oficio 02, Oficio 03, O problema de relacionamento com a Secretária está resolvido, mas acrescenta dificuldades ao relacionamento cordial.
A diretoria ouviu o presidente Moreira, questionou, discutiu, propôs e decidiu, com prudência: Solicitar audiência e ouvir o Secretário de Estado da Cultura, senhor Ângelo Osvaldo, ao que parece diretamente interessado no assunto e que tem se mostrado amigo da CMFl. Disponível, também, dois documentos: doc 01 e doc 02, respectivamente, da Secretaria de Cultura para CAP e telegrama de Carlos Murta para CMFl.
O tema Museu Saul Martins será discutido em Reunião da Assembleia Geral, convocada para 23/setembro/2016.